Segunda, 04 Dezembro 2017 09:49

Sessão de hoje na Câmara Municipal de Sobral deve ter tom de crítica por parte da oposição em relação ao pedido de cassação do prefeito Ivo Gomes

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Semana passada, a cidade de Sobral foi surpreendida com a informação do pedido do juiz da 24ª Zona Eleitoral, Fábio Falcão, solicitando a cassação do diploma do prefeito de Sobral, Ivo Gomes.

Uma testemunha apresentou a denúncia de suposta compra de votos. Na Câmara de Vereadores do Município, a vereadora Alessandra Ponte, que faz parte da base de apoio ao Executivo sobralense, em uso da tribuna e falou sobre o assunto. Ela defendeu o prefeito e colocou em questionamento a integridade da pessoa que é a testemunho neste processo.

Os vereadores da base de oposição não gostaram da forma como a vereadora apresentou o caso, principalmente, tentando, segundo eles, associar o caso da denúncia com a vida passada da testemunha. Numa participação rápida num programa de rádio, o vereador e advogado Junior Balreira disse que vai fazer uso da tribuna durante a sessão de hoje e que vai rebater as palavras da colega vereadora: "A colega vereadora, utilizar a tribuna da Câmara para apresentar fatos com relação à pessoa que hoje é testemunha neste processo, não tem nada a ver ela ficar citando o que aconteceu na vida dele no passado. Se eu conseguir me inscrever na tribuna hoje, eu vou levar indagações quanto à isso no plenário da Câmara, e isso vai mexer com os vereadores. Porque o fato de uma pessoa ter respondido há alguns meses, há um ano ou há alguns dias qualquer tipo de procedimento policial, não o desqualifica para ser testemunha de outro processo. Estão adotando uma linha que não tem nada a ver", disse o vereador Junior Balreira.

Ler 239 vezes
Wellington Marques

(88) 9.9989.4965

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Publicidades

Usuários online

Temos 1084 visitantes e Nenhum membro online

Nossos vídeos