Wellington Marques

Wellington Marques

(88) 9.9989.4965

Os novos ministros, que foram anunciados nesta sexta-feira (2) pela presidente Dilma Rousseff, devem tomar posse na próxima terça-feira (6) pela manhã, em cerimônia no Palácio do Planalto, segundo informou a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Na segunda-feira (5), a presidente Dilma Rousseff fará uma visita de Estado à Colômbia, mas deve retornar ao Brasil no início da noite do mesmo dia.

Berzoini
Ricardo Berzoini deixa a pasta das Comunicações e assume a Secretaria de Governo, composta pelas Secretaria-Geral, Relações Institucionais e de Micro e Pequena Empresa. O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) perdeu o status de ministério e também será integrado à nova pasta.

Rosseto
Miguel Rossetto será o novo ministro do Trabalho e Previdência Social. Ele era titular da Secretaria-Geral da Presidência da República. O deputado Marcelo Castro (PMDB-PI) vai assumir o Ministério da Saúde, em substituição a Arthur Chioro.

Nilma
O Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos será assumido por Nilma Lino, que estava no comando da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República (Seppir).

Mercadante e Rebelo
Aloizio Mercadante deixa a Casa Civil e vai para o Ministério da Educação. No seu lugar, entra Jaques Wagner, que era ministro da Defesa. Aldo Rebelo assume a pasta da Defesa e deixa o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que será ocupado pelo deputado Celso Pansera (PMDB-RJ).

Helder e André
A Secretaria de Portos ficará com Helder Barbalho, que era ministro da Secretaria de Pesca e Aquicultura. O deputado federal cearense André Figueiredo (PDT-CE) será o novo ministro das Comunicações.

Com informações do Congresso em Foco

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da Assembleia Legislativa debate, nesta segunda-feira,dia 05 de outubro, a partir das 14:30Hs, o projeto de contenção na embocadura do rio Mundaú.

A audiência pública atende ao requerimento do deputado Audic Mota, do PMDB, e será realizada no auditório do Complexo das Comissões Técnicas da Casa.

Avanço
Audic Mota alerta que o município vem sofrendo com o avanço das marés. A praia do Mundaú, assim como outras do litoral cearense, necessita da construção de espigões de pedra na foz do curso d’água, tendo em vista processo de erosão.

O deputado informa que as áreas de manguezais e barrancos de terras deixaram de existir. Agora, o rio avança em direção ao povoado. “Muitas famílias poderão perder suas residências pela ação das águas que continuam avançando de forma assustadora”, avalia o parlamentar.

Convidados
Foram convidados para o debate a prefeita do município de Trairi, Regina Nara Batista Porto; o representante da Associação dos Moradores da Cidade de Mundaú, padre Arão; o titular da Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema), Artur Bruno; o secretário de Turismo do Estado do Ceará (Setur), Arialdo Pinho; e o secretário das Cidades, Lúcio Ferreira Gomes.

Com informações da AL

Relatório técnico do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre as contas de 2014 da presidente Dilma Rousseff conclui pela existência de “irregularidades graves na gestão fiscal”, o que comprometeu o equilíbrio das contas públicas, segundo o documento. O parecer rejeitou a defesa da presidente para 12 dos 15 indícios de irregularidades listados pelo tribunal, segundo conclusão do documento obtida pelo jornal O Globo. Entre esses 12 indícios estão às chamadas “pedaladas” fiscais, manobra que envolveu R$ 40 bilhões entre 2009 e 2014. Os 14 técnicos que assinam o relatório afirmam que “não foram expostos elementos suficientes para elidir as irregularidades apontadas”, em relação a esses 12 itens.

A rejeição das contas deve aparecer no voto do ministro relator das contas, Augusto Nardes. A análise técnica foi concluída ontem e encaminhada ao gabinete do relator, que distribuiu o documento para os demais ministros do TCU. O julgamento das contas foi agendado para as 17 horas da próxima quarta-feira, 7, como confirmou o tribunal no fim da manhã desta sexta-feira. A tendência é o plenário aprovar um parecer pela rejeição, o que não ocorre desde 1937. A palavra final é do Congresso Nacional.

“A análise permitiu concluir que, no exercício de 2014, houve comprometimento do equilíbrio das contas públicas em razão de irregularidades graves na gestão fiscal, com inobservância de princípios constitucionais e legais que regem a administração pública federal”, conclui o relatório técnico. Também foram desrespeitadas “normas constitucionais, legais e regulamentares na execução dos orçamentos da União e nas demais operações realizadas com recursos públicos federais, em especial no que se refere à observância de medidas restritivas, condicionantes e vedações fixadas pela Lei de Responsabilidade Fiscal”, finaliza o documento.

Com informações do O Globo

Foi na última sexta-feira, dia 2 de outubro. O ex-deputado e pré-candidato Dr. Guimarães, foi convidado pelo apresentador do programa “Tribuna e Plenário”, Oliveira Domingos, para participar do programa especial de sexta. 

Mais uma vez, Dr. Guimarães respondeu aos questionamentos dos ouvintes que participaram de vários bairros e distritos da cidade de Sobral. Os temas levantados foram diversos. Temas como logradouros públicos abandonados, metrô da cidade, praças abandonadas nos bairros e distritos, obras inacabadas, etc: “Me sinto muito tranquilo em participar de qualquer momento de debate onde a população possa, de forma bem direta e democrática, participar. Ouvir a população nos ajuda a entender ainda mais o povo. As pessoas trazem suas reivindicações e isso nos ajudará, inclusive, a montar um projeto de governo do qual queremos alcançar”, disse Dr. Guimarães. 

Perguntado se ele levará sua candidatura na baixaria para tentar ganhar votos, Dr. Guimarães afirmou que irá agir da forma que ele age sempre: “Não vou mudar o meu jeito de ser e nem muito mesmos irei baixar ao nível que já estamos vendo. Vou apresentar meu projetos e principalmente, ouvir a população que terá, com certeza, no meu governo, uma participação ativa caso o povo me dê essa oportunidade", falou Dr. Guimarães. 

Se for eleito, nas próximas eleições, Dr. Guimarães promete dar uma atenção maior aos lugares que, segundo ele, vem sofrendo ao longo dos anos, como os distritos e bairros da periferia: “Podemos ver, a cada ano, promessas sendo feitas pelos políticos que estão aí. Eles prometem, mas nada cumprem. Se Sobral me der a oportunidade de ser o seu prefeito nas próximas eleições, vou trabalhar para alcançar as pessoas menos favorecidas. Pessoas que vem sofrendo porque os governantes não se voltam para elas”, explicou Dr. Guimarães. 

Eu não critico pessoas, não a prefeitos, nem a governadores ou qualquer outra pessoa. Critico o que está errado, o que não é feito de forma correta. Em se falando de Sobral, a cidade está no caos. Basta sair de casa e qualquer pessoa comprovará isso.”, declarou Dr. Guimarães. 

Dr. Azevedo também participou e criticou a gestão atual, destacando a forma simples e humilde, e confirmou apoio condicional ao pré-candidato Dr. Guimarães: “Sou um admirador confesso de toda a família do Guimarães. Conheço a história do meu prefeito Guimarães. Dr. Guimarães eu estarei com você e sempre estarei ao seu lado. Acredito no seu projeto e na sua competência”, falou o Dr. Irismar Azevedo. 

Quem esteve presente e também participou da entrevista foi o Dr. Domingues, irmãos do Dr. Guimarães, que agradeceu ao povo sobralense por ter participado do Encontro Regional do PSDB, e disse que o encontro serviu para confirmar o apego dos sobralenses em relação ao pré-candidato Guimarães: Dr. Guimarães entrou no coração do povo sobralense. E falo isso não por ser irmão dele, mas pela realidade que todos percebem. A lição que tiramos é que onde o Dr. Guimarães está, o povo quer estar também. Isso prova que o nome Guimarães ainda está muito vivo”, disse Dr. Domingues.

 

 

Após intensas articulações nos bastidores, acontece nesta sexta-feira (02), a partir das 10 horas, na Assembleia Legislativa, a assinatura da ficha de filiação do deputado estadual Heitor Férrer ao Partido Socialista Brasileiro (PSB).

Mesmo com a aprovação da janela partidária, que lhe permite mudança até abril do ano que vem, ele decidiu terminar logo com a novela.

O evento desta sexta-feira, segundo o parlamentar, será um ato “singelo”, pois Férrer afirma que não é “muito de pirotecnia” e disse já ter sido contemplado durante a filiação do deputado federal Danilo Forte, no mês passado.

PDT
A saída do deputado do PDT, partido ao qual foi filiado por 28 anos, se explica pelo desejo do parlamentar de se candidatar pela terceira vez à Prefeitura de Fortaleza, na eleição do próximo ano. A filiação do prefeito Roberto Cláudio ao PDT, enterrou de vez as pretensões do parlamentar no partido. Em 2012, Férrer ficou em terceiro lugar com 20,9 dos votos válidos, disputando como cabeça de chapa pelo PDT.

“Eu estou mudando apenas a moldura de um quadro. Estou tirando uma moldura e colocando outra. Nesta moldura nova, entro com as melhores perspectivas, no sentido de estar em sintonia com o partido e desenvolver o trabalho para que as políticas públicas sejam socializadas, que elas sejam mais democraticamente constituídas e beneficie a população”, disse.

Candidato
Heitor chega ao PSB como uma grande aposta da sigla para ser candidato à Prefeitura de Fortaleza. À reportagem, o parlamentar já mostrou um discurso afiado contra a atual administração. O deputado apontou pontos que avalia serem negativos na gestão de Roberto Cláudio, como o atendimento médico precarizado, que, segundo denúncias recebidas por ele, carece de profissionais e medicamentos; além da falta de iluminação pública de qualidade, projetos de moradia popular e escolas públicas de qualidade. “Traduzo as críticas da sociedade como minhas”, garantiu.

Apoio
O presidente estadual do PSB, deputado Danilo Forte, afirmou que, após oficializar a filiação de Heitor, a legenda dará início ao trabalho de viabilizar a candidatura do parlamentar. O trabalho contará com divulgação midiática, que deve ser iniciada ainda este mês, para que a população saiba que o PSB terá candidatura própria à administração municipal. Segundo ele, a medida segue orientação nacional.

Com informações do OE

A Câmara Federal aprovou por unanimidade, na quinta-feira (01), o Projeto de Lei n° 7645/14, que acaba com o fim das prisões disciplinares dos Polícias Militares e dos Bombeiros militares de todo país. Agora, a matéria vai para votação no senado.

Proibida
A proposta proíbe a pena de prisão como forma de punir faltas disciplinares cometidas por policiais e bombeiros militares. A medida está prevista no Projeto de Lei 7645/14, dos deputados Subtenente Gonzaga (PDT-MG) e Jorginho Mello (PR-SC).

Articulação
Há cerca de um mês o deputado federal Cabo Sabino (PR/CE), esteve reunido com o Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para discutir sobre vários projetos de interesse dos profissionais de segurança pública, entre esses projetos estava o fim das prisões disciplinares. O deputado explicou a importância desse projeto de lei para os militares estaduais de todo o país, convencendo o presidente da Câmara, que alguns dias depois colocou em votação o regime de urgência para o PL 7645/14 sendo aprovado por unanimidade.

Sem restrição
Essa proposta traz modificações adotadas pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado. Uma delas também proíbe o uso de medidas restritivas de liberdade, como a prisão preventiva ou temporária, para punir militares envolvidos em faltas disciplinares. O texto original elimina apenas as medidas privativas de liberdade, como reclusão e detenção.

Perseguição
O deputado Cabo Sabino (PR-CE), que também afirma ter sofrido perseguições, disse que o projeto corrige injustiças cometidas a mais de 700 mil profissionais da segurança pública. “Nesse dia tenho a honra de ser brasileiro e fazer parte de um país, onde a democracia impera”, ressalta o deputado.

Conselho
A proposta cria ainda, por lei específica, do Conselho de Ética e Disciplina Militar para Bombeiros e PMS e prevê que os citados em processos disciplinares tenham direito ao contraditório e à ampla defesa. De acordo com o texto, a medida não restringe a aplicação do Código Penal Militar, no caso específico de crimes militares.

E ainda
O texto aprovado altera o Decreto-Lei 667/69, que trata da reorganização das Polícias Militares e dos Corpos de Bombeiros Militares. A regra atual prevê que os PM/BM serão regidos por documento semelhante ao regulamento disciplinar do Exército.

Com informações da Assessoria

O deputado Leonardo Araújo (PMDB) tomou posse na manhã desta quinta-feira (01/10), durante sessão especial no Plenário da Assembleia Legislativa. O parlamentar assumiu a vaga do deputado Carlomano Marques (PMDB), licenciado, e foi conduzido pelos deputados Dra. Silvana (PMDB), Walter Cavalcante (PMDB), Audic Mota (PMDB), Tin Gomes (PHS) e Sérgio Aguiar (Pros).

Leonardo Araújo agradeceu aos 24 mil eleitores pelos votos conquistados e ressaltou que vai trabalhar em prol do progresso social. “Tenho consciência de que meu mandato pertence ao povo do Estado. Quero trabalhar para um Ceará melhor e para o progresso do povo”, declarou Leonardo Araújo.

No último dia 23, o deputado Carlomano Marques (PMDB) foi à tribuna e relatou em discurso que sofreu infarto há cerca de 20 dias. O parlamentar passou mal e foi atendido na UPA do bairro José  Walter. Na ocasião, ressaltou que teve o atendimento primário.

Fui atendido com beta bloqueador, morfina, e de lá me mandaram na UTI móvel para o Hospital Geral da Unimed e foi feito a desfibrilação química. Fui para UTI, fiz o cateterismo, escapei e estou aqui”, disse. Carlomano Marques disse que recebeu recomendações médicas para cortar o tabagismo e bebidas alcoólicas, além de perder 12 quilos.

A presidente Dilma Rousseff vai anunciar mudanças em seu ministério nesta sexta-feira (2), às 10h30. A declaração à imprensa foi confirmada pelo Palácio do Planalto.

Prometida no mês passado pelo governo, a reforma administrativa tem o objetivo de cortar dez dos 39 ministérios.

Seguindo conselhos de assessores, a própria presidente fará o anúncio. Desde a semana passada, ela tem conversado com lideranças de partidos da sua coalizão, em especial com o PMDB, com o intuito de receber e avaliar indicações para a nova equipe. Nos últimos dias, foram anunciadas as exonerações dos ministros da Saúde, Arthur Chioro, e da Educação, Renato Janine Ribeiro.

Lula e Temer
Na tarde de quinta-feira (1), a presidente Dilma conversou por mais de três horas, no Palácio da Alvorada, com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e lideranças petistas, na tentativa de fechar os detalhes das trocas que pretende fazer na equipe. Pela manhã, ela se reuniu, no Palácio do Planalto, com o vice-presidente da República, Michel Temer, que é presidente nacional do PMDB.

PMDB
Embora tenha avisado à presidente que não pretende indicar nomes do partido para a nova equipe ministerial, Temer tem se reunido com ela quase que diariamente desde se iniciaram as negociações sobre a reforma administrativa. Nessa quarta-feira (30), ele se encontrou rapidamente com o deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), cotado para assumir o ministério da Saúde no lugar do petista Arthur Chioro.

Com informações da EBC

‘’A volta de antigos companheiros, de lideranças políticas respeitadas em suas áreas de atuação e os encontros regionais no Interior contribuem para fortalecer o partido e nos deixam cada vez mais entusiasmados para as eleições de 2016’’. A declaração é do presidente da Executiva Regional do PSDB, Luiz Pontes, que, nesta quinta-feira, ao lado do senador Tasso Jereissati, comanda encontro, em Quixadá, para receber adesão de lideranças políticas de municípios do Sertão Central.

Uma das adesões ao ninho tucano é do médio José Nilson que volta ao PSDB e, em 2016, deverá ser lançado candidato a prefeito no colégio eleitoral que, durante 16 anos, esteve sob o comando do Partido dos Trabalhadores. Quixadá, segundo Luiz Pontes, é um dos municípios que terão candidatos a prefeito lançados pelo PSDB nas eleições do próximo ano. ‘’Posso assegurar que teremos candidatos em mais de 80 municípios’’, disse o ex-senador.

O cenário nacional, com o desgaste do ciclo de Governos do PT, as denúncias de corrupção na Petrobras e o desastre econômico do Governo Dilma, segundo Luiz Pontes, deixaram os brasileiros frustrados e desencantados. ‘’Ao longo dos últimos 20 anos, o PT criticou o PSDB, fez a oposição com ódio, chegou ao poder e, em três mandatos, conseguiu destruir a estabilidade econômica criada pelo presidente Fernando Henrique Cardoso. Os brasileiros estão dando um grito contra esse desastre do PT’’, expôs Luiz Pontes, ao dizer, ainda, que o PSDB tem proposta e projetos para um Brasil diferente do País administrado pelo PT.

O presidente regional do PSDB afirma que a insatisfação com os rumos políticos e econômicos do País está no semblante das pessoas e nas pesquisas de opinião pública. ‘’A pesquisa do Ibope, que mostra o Governo Dilma com uma rejeição de 69% dos brasileiros, é uma demonstração clara desse descontentamento da população. Tudo isso soma para o PSDB atrair novos e antigos militantes’’, disse Luiz Pontes, ao destacar que o PSDB vem recebendo lideranças de peso político e eleitoral em cidades das Regiões do Cariri, Norte, Jaguaribe e Centro Sul do Ceará.

O PDT ainda não confirmou a data, oficialmente, mas os aliados do ex-governador Cid Gomes já marcaram na agenda, para a próxima semana, o evento de filiação dos demais parlamentares do grupo liderado pelos Ferreira Gomes.

O deputado Leônidas Cristino e o secretário estadual Antônio Balhmann (Assuntos Internacionais) confirmaram filiação ao partido trabalhista na próxima sexta-feira, dia 9 de outubro, prevendo que outros parlamentares devam assinar a ficha de filiação na mesma ocasião. Resta, ainda, filiar-se ao PDT: deputados federais, estaduais e vereadores, além do ex-governador Cid Gomes.

Roberto Claudio
Na última segunda-feira (28), o prefeito Roberto Cláudio e outros 63 gestores municipais do interior do Estado, além de lideranças que pretendem se candidatar ao executivo na eleição do próximo ano, se filiaram ao PDT. Nos bastidores, a estratégia do grupo é realizar um “grande evento” em cada ato de filiação. A primeira liderança cearense a assinar a ficha de filiação foi o ex-ministro Ciro Gomes, no dia 16 de setembro, abrindo espaço para os demais aliados.

Eu acredito que todo aquele bloco que saiu do PSB para se filiar ao Pros, agora, devendo ser no próximo dia 9 de outubro, vai migrar para o PDT, que, forte como vai ficar, vai trazer insatisfeitos de outros partidos”, salientou, confirmando sua filiação ao PDT.

Crescimento
O deputado prevê ainda que o PDT, que agora tem a liderança do ex-ministro Ciro Gomes, vai atrair parlamentares de outros estados. O mesmo, segundo ele, vai acontecer com vereadores e prefeitos de outras cidades brasileiras.

Sobre a filiação de Roberto Claudio, Leônidas avaliou que a ida do prefeito para o PDT fortaleceu sua candidatura à reeleição do ano que vem, uma vez que, segundo ele, o partido possui “ideologia” e “capilaridade” para disputa eleitoral. “O Roberto tem a seu favor ainda a boa administração que está realizando em Fortaleza, com obras espalhadas por toda a cidade, melhorando grandemente o trânsito e outras áreas importantes, como saúde pública e educação”, disse.

Grupo
Antônio Balhmann também confirmou sua filiação na próxima semana, justificando que acompanha o movimento político dos ex-governadores Ciro e Cid Gomes. Falando sobre a disputa eleitoral do ano que vem, o deputado licenciado reconheceu que a situação de Roberto Cláudio melhorou com sua ida para o PDT, principalmente para enfrentar a concorrência.

Filiado ao PDT, à candidatura de reeleição do prefeito Roberto Cláudio fica mais viável e muito competitiva, porque a sua gestão é a melhor dos últimos cinquenta anos em matéria de crescimento da cidade e de ajuda à população fortalezense, principalmente a ala mais pobre”, disse, acrescentando que “vários itens” se destacam na administração municipal, dentre eles a mobilidade urbana da cidade.

Comemoração
Enquanto se prepara para receber a outra parte do grupo, o presidente regional do PDT, deputado André Figueiredo, ainda comemora a chegada do prefeito Roberto Cláudio, além do crescimento do partido no Estado do Ceará.

A filiação do prefeito Roberto Cláudio ao PDT consolida mais ainda a posição do partido no Ceará para disputar as eleições do próximo ano com mais vigor e determinação”, disse o pedetista, lembrando que a legenda já é, no atual momento, o partido com o maior número de prefeitos no Estado do Ceará. Figueiredo fez questão de ressaltar ainda a filiação do ex-ministro Ciro Gomes, que, segundo ele, nacionalmente, fortalece a sigla, principalmente para disputar a Presidência da República.

Ainda sobre a gestão de Roberto Cláudio, o parlamentar destacou as obras de mobilidade urbana, que, segundo ele, tem mudado a “cara de Fortaleza”. “A cidade vivia em eterno engarrafamento e, agora, já respira um pouco aliviada com um trânsito fluindo bem melhor”, disse, acrescentando que "Roberto Cláudio tem tudo para obter o reconhecimento da população e conseguir o segundo mandato”.

Com informações do OE

Publicidades

Usuários online

Temos 999 visitantes e Nenhum membro online

Nossos vídeos